Palavra-chave: rede social

Resultados para a palavra-chave rede social

rede social

Flashmob, internet e redes sociais. Zumbilândia pós-eletrônica. O público, o privado e as partes íntimas da Paris Hilton

Publicado em 19 de fevereiro de 2014 por Olegario Schmitt

4449Broadway

 

Quando, em 1981, Jean Baudrillard (1929-2007) escreveu sobre a sociedade do espetáculo no seu Simulacros e Simulações, predisse, em partes, o estado atual em que nos encontramos. Se ainda vivo fosse, é possível que estivesse mais do que nunca tendo verdadeiros curtos-circuitos intelectuais com base na observação do desenvolvimento de suas profecias eletrônico-apocalípticas.

Baudrillard “à parte”, é fato que, sendo usada por aproximadamente 2.7 bilhões de habitantes do planeta  — 1/3 da população mundial em outubro de 2013 (Fonte: International Telecommunications Union) —, a Internet tem se tornado a cada dia mais onipresente, onipotente e onisciente, se transformando no verdadeiro Deus da nossa sociedade compulsivamente conectada, especialmente entre os jovens.

Isso tudo, obviamente, abre espaço para inúmeros novos paradigmas no comportamento humano e cujas conseqüências a longo prazo ainda não são muito claras. Saliente-se, no entanto, que a Internet, em si, não é culpada ou responsável por  coisa alguma que as pessoas fazem através dela, sendo apenas um novo meio — instantâneo, “anônimo” e massivamente popular — para que cada um manifeste, da tranquilidade de suas telas, sua verdadeira natureza interior.

Alguns desses aspectos serão abordados livremente aqui, na intenção de que pensemos ou repensemos o papel que estamos desempenhando em relação às tecnologias, assim como o papel social que estamos, individualmente, assumindo e interpretando dentro do todo.

 

Clique no link abaixo para ler o texto completo:

A vida como espetáculo

PDF (1,2 Mb), 9 páginas

 

 

Designed by