Palavra-chave: portugal

Resultados para a palavra-chave portugal

portugal

Retratos Portugueses escolhidos para exposição no Instituto Camões

Publicado em 17 de dezembro de 2008 por Olegario Schmitt

Retratos Portugueses - 50x75cm

16 imagens da série Retratos Portugueses foram selecionadas para a exposição coletiva Lá e Cá III, cujo tema esse ano é Identidades e, com curadoria de João Kulcsár, acontecerá no Instituto Camões – Embaixada de Portugal (Brasília/DF).

Essa coletiva, assim como nas demais edições, busca promover a integração Brasil/Portugal através da fotografia, contando com imagens produzidas por fotógrafos portugueses (lá) e brasileiros (cá).

Em datas a serem definidas, a exposição virá “cá” para São Paulo, depois irá para “lá”, digo, Lisboa e Porto, Portugal.

Links:
Retratos Portugueses
Instituto Camões

Portugal, fevereiro de 2008

Publicado em 27 de fevereiro de 2008 por Olegario Schmitt

Essa série não tem a intenção de definir o povo português — as definições definem apenas os definidores1 e qualquer percepção acerca de alguma coisa será apenas o ponto de vista daquele que observa, nada mais do que isso.

Já a experiência em si, no entanto, é fácil de definir. Vi como um danado. Amei as coisas sem sentimentalidade nenhuma. (…)Compreendi que as coisas são reais e todas diferentes umas das outras. Compreendi isto com os olhos, nunca com o pensamento. Compreender isto com o pensamento seria achá-las todas iguais2.

Em resumo, é sincera homenagem de um falante da língua de Gonçalves Dias àqueles da língua de Camões.

1 QUINTANA, Mário. Caderno H. São Paulo: Editora Globo, 2006.
2 CAEIRO, Alberto. Poemas Inconjuntos. Lisboa: Instituto Camões.

Filipe Segundo tinha um colar de oiro com pedras rubis…

Publicado em 18 de setembro de 2006 por Olegario Schmitt

Felipe II e o Brasil Império

Filipe Segundo
tinha um colar de oiro
tinha um colar de oiro
com pedras rubis.
Cingia a cintura
com cinto de coiro,
com fivela de oiro,
olho de perdiz

Comia num prato
de prata lavrada
girafa trufada,
rissóis de serpente.
O copo era um gomo
que em flor desabrocha,
de cristal de rocha
do mais transparente.

Continuar lendo »

Grata herança, a Língua enche minha pança

Publicado em 22 de abril de 2005 por Olegario Schmitt

Retrato de Pedro Álvares Cabral - Biblioteca Nacional

nada a D. João VI
ou a Maria I, a Louca

mas a toda a Corte treslouca
que não dormia de touca
obrigado

agradeço aos jesuítas pela escola
em nome dos índios civilizados
que não mais andam pelados

e a Carlota Joaquina
por não ter levado
nossa poeira na sola:
obrigado

em nome do pau-brasil
do ouro de Minas
e de tudo o mais
que nos foi levado:
obrigado

também pelo período colonial
que nos deixou sem força ou moral

e principalmente pelo 22 de abril
em que Cabral descobriu essa pátria
obrigado

18/12/2004 – 21/04/2005

varig

Designed by