Palavra-chave: política

Resultados para a palavra-chave política

política

Deixai toda a esperança, vós que entrais no Brasil

Publicado em 22 de outubro de 2007 por Olegario Schmitt

Esra Ersen - 27ª Bienal de São Paulo

Não se iluda: no arco da nossa porta verde-amarela, nem Gonçalves Dias, nem Bilac, mas Dante, Canto III do Inferno: “Deixai toda a esperança, vós que entrais”.

O Brasil não tem jeito. A realidade é esta. Aceitemo-na tal qual ela é: dura, fria, amorfa como os corpos do mais novo acidente aéreo.

O que fazemos quando um político investigado por corrupção toma posse? NADA. O que fazemos quando acontece mais um acidente aéreo? Continuamos tomando vôos no mesmo aeroporto e, assim como o presidente, manifestamos comiserações de alcova.

Todos “Deixai toda a esperança, vós que entrais” – Dantesabem que nada acontecerá, porque nada acontece mesmo. E não acontece porque ninguém faz nada: nem você. Não acontece porque ninguém está nem aí: reclamamos e paramos em mão-dupla, devolvemos carteiras perdidas e jogamos lixo no chão. Tudo não passa de uma grande festa! Ôba! Ôba! Rouba! Rouba!

A grande maioria que estufa o peito e diz que o Brasil tem jeito está na verdade confundida: isto que chamam esperança não é nada mais do que ilusão. Portanto, abandonar toda a esperança já é um bom começo — o ceticismo niilista pode ser obscuro, desesperador e tristíssimo, mas certamente não é iludido.

Continuar lendo »

O Google Trends explica…?

Publicado em 03 de agosto de 2006 por Olegario Schmitt

< .p>

O Google Labs disponibilizou novo serviço, chamado Google Trends, onde você digita uma palavra e ele mostra quais lugares do mundo mais a pesquisaram.

Comecei ingenuamente minha busca pela palavra “arte”, em português mesmo porque tinha certeza de que o Brasil estaria em primeiro lugar, mas não demorou muito para que eu caísse na real. Então digitei “sexo” e o mundo inteiro se desvendou frente aos meus olhos. Eis os resultados:

Continuar lendo »

Você é realmente alfabetizado?

Publicado em 25 de julho de 2006 por Olegario Schmitt

O pior analfabeto é o analfabeto político.

Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos.

Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas.

O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que da sua ignorância política nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos que é o político vigarista, pilantra, o corrupto e lacaio dos exploradores do povo.

Bertolt Brecht

Todo mundo podia fazer pipi porque o penico era bem ali

Publicado em 02 de outubro de 2005 por Olegario Schmitt

Construção da Cúpula Côncava do Senado Federal
Arquivo Público do Distrito Federal

Era uma casa
Muito engraçada
Não tinha teto
Não tinha nada
Ninguém podia
Entrar nela não
Porque na casa
Não tinha chão
Ninguém podia
Dormir na rede
Porque na casa
Não tinha parede
Ninguém podia
Fazer pipi
Porque penico
Não tinha ali
Mas era feita
Com muito esmero
Na Rua dos Bobos
Número Zero.

Vinícius de Morais

Designed by