Palavra-chave: expressão

Resultados para a palavra-chave expressão

expressão

Religião, Direito, Arte e Livre Expressão podem conviver harmoniosamente?

Publicado em 11 de fevereiro de 2011 por Olegario Schmitt

Oblatvs, Castelo de Vide – Portugal
Série MundoVastoMundo

Abordar um assunto essencialmente religioso sob uma ótica laica pode ser pretensioso, mas mesmo assim possível, com algum esforço. Basta, na verdade, separar o joio do trigo e não analisar o assunto sob um ponto de vista que facilmente poderá resvalar no fanatismo.

Afinal, não se trata aqui, em primeira instância, de uma questão de religiosidade, daquilo em que cada um crê ou deixa de crer, mas sim de respeito, ou melhor, de respeito ao direito natural questão de respeitoalheio de ter suas crenças — não importando, obviamente, em qual religião, credo ou filosofia —, assim como, igualmente, o respeito ao direito de cada indivíduo de não ter nenhuma delas. Isso é inalienável, princípio básico de civilidade e humanidade e, por isso, uma questão moral. Continuar lendo »

E de expressar esse sentimento

Publicado em 02 de dezembro de 2008 por Olegario Schmitt

Olegario Schmitt - A Cor do Som de Uma Onda - Acrílica sobre vidro

Meu amor, amar é mais simples do que se poderia supor, sabias? Amar é mais fácil do que a gente imagina e há muitas maneiras, muitas intensidades de se sentir essa coisa.

Eu, por exemplo, quando digo “eu te amo” não quero com isso dizer que tu és o grande amor da minha vida, tampouco é uma promessa de que o que sinto será eterno.

Por isso, quando digo “eu te amo” não sintas medo e não entres em pânico de forma alguma, pois não imponho a esse “sem esperar nada em troca”sentimento qualquer tipo de responsabilidade recíproca. Não espero por esse sentimento qualquer tipo de resposta ou atitude, pois amar é sentir sem cobrar, sem querer nada em troca. Amar é simplesmente sentir.

Continuar lendo »

O que é liberdade de expressão, se é que existe tal coisa.

Publicado em 15 de junho de 2004 por Olegario Schmitt

O inciso IX, do Artigo 5º da Constituição Federal, estabelece que “é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”. O Artigo 220, que “a manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição”. O seu parágrafo 1º estabelece que “nenhuma lei conterá dispositivo que possa constituir embaraço à plena liberdade de informação jornalística em qualquer veículo de comunicação” e, em 1948, o Brasil subscreveu a Declaração Universal dos Direitos do Homem, que diz em seu Artigo 19 que “todo homem tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferências, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios”.

Embora os autores tenham, entretanto, amplo apoio legal à Liberdade de Expressão, é evidente que essa liberdade não é ilimitada como apregoa a teoria da Lei, pois é bem sabido que “essa liber­dade não é ili­mi­tada como apre­goa a teo­ria da Lei”um autor não pode e não conseguirá facilmente publicar qualquer coisa que ele bem entender. Sua obra, não obstante ter passado pela censura particular dele mesmo e pela censura direta dos proprietários ou dirigentes dos meios de comunicação, ainda deverá confrontar a “censura social”, essa mais forte e mais difícil de ser transigida.

Continuar lendo »

Designed by