Palavra-chave: clarice lispector

Resultados para a palavra-chave clarice lispector

clarice lispector

As similaridades entre escritores e serial-killers

Publicado em 24 de Março de 2010 por Olegario Schmitt

Escrever é uma forma de crime e, por isso, todo escritor cultiva dentro de si características peculiares a um serial-killer. Como estes, consegue ignorar solenemente aquela vozinha do superego que diz “você não deveria fazer escrever isso, vão acabar pensando que você está falando é de você mesmo”. O assassino em série, como o escritor, na verdade sabe muito bem diferenciar o certo do errado, mas simplesmente não se importa. “É como se uma força, mais forte do que eu, me impelisse a matar escrever”. “Quando voltei a mim, já havia cometido o crime conto”.

Todo escritor é um sórdido. Nas cenas finais de Hamlet, os personagens invariavelmente matando-se uns aos outros, Shakespeare nada faz para impedi-los. Ele poderia transformar, subitamente, as espadas em lenços de seda e os venenos em purgantes, evitando assim o trágico desfecho. Mas Shakespeare não faz nada. E se não faz nada é porque na verdade ele gosta.

Continuar lendo »

Como alcançar o simples num mundo cada vez mais complexo?

Publicado em 17 de Maio de 2007 por Olegario Schmitt

Coisa simplória é algo cuja simplicidade não é fruto de mérito, estudo ou meditação; é aquilo ou aquela pessoa que “é” simples por mero acaso ou falta de opção.

Por outro lado simples — adjetivo derivado do latim simplex e, conforme apontam Ernout e Meillet¹, formado pelos elementos latinos sim- (de uma vez, um só) e -plex (que se dobra), significando só, único, que só é dobrado uma vez — é a coisa-em-si, a essência, o caráter, a parcela mínima sem a qual a coisa deixa de ser.

Antes de ser adjetivo, simples é coisa-substantivo, sem ornamentos de qualquer espécie, sem afetações ou pretensões.

Dessa forma, não há nada mais complicado do que se conseguir chegar à essência das coisas.

Que ninguém se engane: só se consegue a simplicidade através de muito trabalho.
Clarice Lispector


A simplicidade é o que há de mais difícil no mundo:
é o último reduto da experiência, a derradeira força do gênio.
George Sand


Em caráter, em comportamento e em todas as coisas,
a suprema excelência está na simplicidade.
Henry Longfellow


É curioso ver que quase todos os homens de grande valor têm maneiras simples;
e que quase sempre as maneiras simples são tomadas como indício de pouco valor.
Giacomo Leopardi


¹ ERNOUT, Alfred / MEILLET, Antointe. Dictionnaire étymologique de la Langue Latine, 4ème. éd. Paris: Klincksieck, 1967.

Designed by