Palavra-chave: carpideira ex-presidente lula molusco teatro

Resultados para a palavra-chave carpideira ex-presidente lula molusco teatro

carpideira ex-presidente lula molusco teatro

Carpideira, s.f., mulher mercenária que pranteia os mortos durante os funerais. Derivação, por ext. de sentido: mulher que se lamenta, que chora com freqüência

Publicado em 02 de junho de 2012 por Olegario Schmitt

O povo gosta de um belo dramalhão, não é mesmo? Por isso essa música vai, em honra à causa, para a carpideira o ex-presidente que, aborrecido por ter ‘conquistado’ títulos honoris (sine) causa em todas as universidades do mundo, agora parece estar pleiteando um Tony de melhor ator em drama ou comédia. Bom, o certo é que pelo menos um Prêmio Shell honoris acta já lhe está garantido.

Igual que en un escenario
Finges tu dolor barato
Tu drama no es necesario
Ya conozco ese teatro

Mintiendo,
Que bien te queda el papel
Después de todo parece
Que esa es tu forma de ser

Yo confiaba ciegamente
En la fiebre de tus besos
Mentiste serenamente
Y el telón cayo por eso

Teatro,
Lo tuyo es puro teatro
Falsedad bien ensayada
Estudiado simulacro

Fue tu mejor actuación
Destrozar mi corazón
Y hoy que me lloras de veras
Recuerdo tu simulacro

Perdona que no te crea
Me parece que es teatro

Como se estivesses num palco
Finges tua dor barata
Teu drama não é necessário
Já conheço esse teatro

Mentindo,
Que bem te cai o papel
Depois de tudo parece
Que essa é tua forma de ser

Eu confiava cegamente*
Na febre de teus discursos*
Mentiste serenamente
E o telão caiu por isso

Teatro,
A tua [dor] é puro teatro
Falsidade bem ensaiada
Estudado simulacro

Foi tua melhor atuação
Destroçar meu coração
E hoje que choras de verdade
Lembro do teu simulacro

Perdoa que não te creia
Me parece que é teatro

Designed by