Nova Babel

“Toda a terra tinha uma só língua, e servia-se das mesmas palavras”

Reflexões

Nova Babel

“Toda a terra tinha uma só língua, e servia-se das mesmas palavras”

Publicado em 16 de abril de 2005 por Olegario Schmitt

Toda a terra tinha uma só língua, e servia-se das mesmas palavras.

Alguns homens, partindo para o oriente, encontraram na terra de Senaar uma planície onde se estabeleceram. E disseram uns aos outros: “Vamos, façamos tijolos e cozamo-los no fogo.” Serviram-se de tijolos em vez de pedras, e de betume em lugar de argamassa.

Depois disseram: “Vamos, façamos para nós uma cidade e uma torre cujo cimo atinja os céus. Tornemos assim célebre o nosso nome, para que não sejamos dispersos pela face de toda a terra.” Mas o Senhor desceu para ver a cidade e a torre que construíram os filhos dos homens.

“Eis que são um só povo, disse ele, e falam uma só língua: se começam assim, nada futuramente os impedirá de executarem todos os seus empreendimentos. Vamos: desçamos para lhes confundir a linguagem, de sorte que já não se compreendam um ao outro.”

Foi dali que o Senhor os dispersou daquele lugar pela face de toda a terra, e cessaram a construção da cidade. Por isso deram-lhe o nome de Babel, porque ali o Senhor confundiu a linguagem de todos os habitantes da terra, e dali os dispersou sobre a face de toda a terra.

Gênesis 11, 1-9

E depois os habitantes dispersos pelo Senhor acabaram fundando seus próprios povos, cada qual com sua língua.

Muitas eras passaram-se até que um desses povos, descendente de outro que inventou o inglês, disse: “Vamos fazer com que todos os povos aprendam inglês como segunda língua, e nada nos impedirá de executar todos os nossos empreendimentos”.

Então, esquecidos de que todo aquele que quer ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus1, construíram Duas Torres em homenagem à sua religião, que se chamava Capitalismo.

Alguns homens de outro povo, em atitude não-simpática aos olhos do Senhor e desditosos com a construção do Império Capitalista, destruíram as Torres, que não eram de Babel, causando grande aflição em todo o mundo.

Mas, antes mesmo da destruição das Torres, quando falávamos uns com os outros, mesmo que fosse na mesma língua, já não nos compreendíamos.

Ainda nessa época os filhos pródigos não voltavam mais para casa2 e, ao contrário de Pedro, as pessoas negavam Cristo3 não por três vezes, mas por três vezes três, sem sequer chorar por isso.

E foi então que, vendo todas essas coisas, o Senhor chorou.

1 Epístola de Tiago 4,4
2 Lucas 15,11-32
3 Mateus, 26,75 / Lucas, 22,62

Você pode deixar sua opinião registrada

Seu ponto de vista é importante. A reação do leitor é um termômetro valioso para o autor.

Contribua com sua opinião

Designed by