Ginecorrevolta

Ah, as mulheres…

Reflexões

Ginecorrevolta

Ah, as mulheres…

Publicado em 18 de julho de 2008 por Olegario Schmitt

Picasso - Mulheres Correndo na Praia (1932)

Estive pensando e cheguei à conclusão de que praticamente todos os aborrecimentos, meus e das pessoas que conheço, têm o mesmo ponto de origem: uma mulher.

Não, não se trata da mesma mulher, tampouco isso é declaração de amor às avessas, à la Vinícius de Morais, que fique bem claro.

As chateações que tive no último ano e “mulheres agindo de maneira desprezível”meio tiveram como origem três mulheres distintas, uma em cada semestre. Praticamente todas as pessoas que agiram de maneira desprezível comigo nos últimos cinco anos eram mulheres. Os homens que por ventura me aborreceram eram, na sua imensa maioria, homossexuais, portanto fico sem saber como classificá-los.

Sim, sei que pode estar soando bastante machista e preconceituoso mas acredite, é a mais pura verdade. Conversei com diversas pessoas de ambos os sexos sobre esse assunto, na esperança de que alguém conseguisse me trazer argumento — um único que fosse — desmontando minha teoria, mas todos concordaram de que uma mulher sempre estava por trás de seus aborrecimentos. Eu gostaria de não estar certo, talvez até mesmo não esteja, mas não consigo encontrar nada negando meu pensamento.

O que afinal estará “o que lhes falta?”acontecendo com as mulheres? O que lhes falta? Por que essa sandice descontrolada?

Terá sido assim desde sempre? A origem estaria em Eva?

Será que depois de tantos milênios de repressão as mulheres agora não sabem o que fazer com essa (relativa) liberdade recém conquistada e por isso resolveram jogar seus filhos através das janelas?

Todo aquele dourado “dourado”nas vitrines será para disfarçar algum tipo de escuridão interiorizada?

Não sei… não consigo responder a nada disso, mas cheguei à conclusão de que as mulheres não estão tentando controlar o mundo — e, cá entre nós, jamais conseguiriam mesmo dessa maneira. Estão, isto sim, tentando nos enlouquecer. E estão conseguindo.

Você pode deixar sua opinião registrada

Seu ponto de vista é importante. A reação do leitor é um termômetro valioso para o autor.

Contribua com sua opinião

Designed by