Cascata de Mingau de Pão

As três regras de ouro para atingir o sucesso, influenciar pessoas, fazer amigos, ficar podre de rico e muito mais

Reflexões

Cascata de Mingau de Pão

As três regras de ouro para atingir o sucesso, influenciar pessoas, fazer amigos, ficar podre de rico e muito mais

Publicado em 13 de julho de 2006 por Olegario Schmitt

Se algum dia eu cometesse o sacrilégio literário de escrever um livro de auto-ajuda, certamente esse seria o nome: Cascata de Mingau de Pão (da vida), As Três Regras Para Atingir o Sucesso, o qual consistiria, basicamente, no descrito a seguir:

1ª. Regra do Pão Que Cresce

Essa regra mostra que é impossível vencer na vida sem saber fazer pão. Como se sabe, não basta misturar os ingredientes“O importante é sovar” e sovar, sovar, sovar a massa até não agüentar mais, para então sovar mais um pouco: depois do processo árduo da construção panifícia é necessário esperar que a massa cresça para depois, e só depois, colocar o pão para assar.

Numa frase tudo, para fazer pão não basta possuir os ingredientes corretos: é preciso fermento e esperar que a massa cresça. Em outras palavras, dose medida de criatividade (fermento) e um tanto de paciência.

2ª. Regra do Mingau

Experimente tomar um mingau bem quente, mas bem quente mesmo, que você entenderá do que estou falando pois, como preza o ditado popular, o mingau deve ser comido pelas beiradas. Nota-se através dessa regra, a qual também chamo de Como Atingir o Sucesso Tomando Mingau, que a vida exige constantemente boa dose de astúcia até mesmo “Comece pelas beiradas”nas atividades mais corriqueiras.

Se você esquecer de comer o mingau quente pelas beiradas, ou tentar dar uma de esperto utilizando nesse ponto a primeira regra no lugar da segunda, não se preocupe: levará pouco tempo até que você aprenda a fazer certo, porque ou você queima a boca, ou come mingau frio.

3ª. Regra da Cascata

Para a existência da cascata é imprescindível a relação interdependente entre água (extremamente mole) e pedra (extremamente dura). “Água mode e pedra dura”Do ponto de vista filosófico, é o mesmo que dizer que a Representação (cascata) existe como resultado da relação entre Objeto (água rolando) e Sujeito (pedra dura), donde, ainda filosoficamente, se conclui que “água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”.

Outra lição que se aprende matando a sede, é que a união faz a força. Uma molécula de água sozinha não é nada, mas junte “n” moléculas de água… você entenderá do que estou falando ou ao menos “Tudo está nas moléculas”tomará um belo banho.

Para que se alcance qualquer objetivo na vida, portanto, basta apenas que se siga essas três regras básicas: sem paciência, astúcia e persistência, você não chegará a lugar algum, tampouco comerá pão, sorverá um bom mingau na temperatura correta e correrá sempre o risco de ficar fedido.

Você pode deixar sua opinião registrada

Seu ponto de vista é importante. A reação do leitor é um termômetro valioso para o autor.

Contribua com sua opinião

Designed by