A complexidade do simples

Como alcançar o simples num mundo cada vez mais complexo?

Reflexões

A complexidade do simples

Como alcançar o simples num mundo cada vez mais complexo?

Publicado em 17 de maio de 2007 por Olegario Schmitt

Coisa simplória é algo cuja simplicidade não é fruto de mérito, estudo ou meditação; é aquilo ou aquela pessoa que “é” simples por mero acaso ou falta de opção.

Por outro lado simples — adjetivo derivado do latim simplex e, conforme apontam Ernout e Meillet¹, formado pelos elementos latinos sim- (de uma vez, um só) e -plex (que se dobra), significando só, único, que só é dobrado uma vez — é a coisa-em-si, a essência, o caráter, a parcela mínima sem a qual a coisa deixa de ser.

Antes de ser adjetivo, simples é coisa-substantivo, sem ornamentos de qualquer espécie, sem afetações ou pretensões.

Dessa forma, não há nada mais complicado do que se conseguir chegar à essência das coisas.

Que ninguém se engane: só se consegue a simplicidade através de muito trabalho.
Clarice Lispector


A simplicidade é o que há de mais difícil no mundo:
é o último reduto da experiência, a derradeira força do gênio.
George Sand


Em caráter, em comportamento e em todas as coisas,
a suprema excelência está na simplicidade.
Henry Longfellow


É curioso ver que quase todos os homens de grande valor têm maneiras simples;
e que quase sempre as maneiras simples são tomadas como indício de pouco valor.
Giacomo Leopardi


¹ ERNOUT, Alfred / MEILLET, Antointe. Dictionnaire étymologique de la Langue Latine, 4ème. éd. Paris: Klincksieck, 1967.

Comentários

  1. Que ninguém se engane
    13 de junho de 2009

    : só se consegue a simplicidade através de muito trabalho.
    Clarice Lispector

    A simplicidade é o que há de mais difícil no mundo:
    é o último reduto da experiência, a derradeira força do gênio.
    George Sand

    Em caráter, em comportamento e em todas as coisas,
    a suprema excelência está na simplicidade.
    Henry Longfellow

    É curioso ver que quase todos os homens de grande valor têm maneiras simples;
    e que quase sempre as maneiras simples são tomadas como indício de pouco valor.
    Giacomo Leopardi

  2. Ana
    10 de agosto de 2014

    Parabéns pelo Blog. Acabei de conhecer e gostei. Simples assim! 🙂 um abraço!

Contribua com sua opinião

Designed by