Um Lugar Para Sonhar

Não bata à minha porta e não queira ver meus olhos

Literatura

Um Lugar Para Sonhar

Não bata à minha porta e não queira ver meus olhos

Publicado em 13 de outubro de 2006 por Olegario Schmitt

Um Lugar Para Sonhar

Não bata à minha porta
e não queira ver meus olhos:
estão para sempre empedrados
pelo passar solidificado do vento.

Não me venha com um beijo,
também não quero ver teu sorriso:
estou cansado das coisas fugazes
e desse tempo que não cessa
— eu quero nuvens e águas
e um lugar para sonhar.

Não me venha agradar com afagos,
nem mesmo quero dormir.

Já tenho tudo o que quero:
nuvens… águas…
o passar contínuo do vento.

Olegario Schmitt

In: No Pé da Letra, Ed. Blocos, 1999

Você pode deixar sua opinião registrada

Seu ponto de vista é importante. A reação do leitor é um termômetro valioso para o autor.

Contribua com sua opinião

Designed by