Epitáfio

“Leia isto e queira-me bem”

Literatura

Epitáfio

“Leia isto e queira-me bem”

Publicado em 31 de julho de 2006 por Olegario Schmitt

Série Tempus fugit: carpe diem!

Adeus, meu caro senhor, leia isto e queira-me bem; perdoe-me o que lhe parecer mau, e não maltrate muito a arruda, se lhe não cheira a rosas. Pediu-me um documento humano, ei-lo aqui. Não me peça também o império do Grão-Mogol, nem a fotografia dos Macabeus; peça, porém, os meus sapatos de defunto e não os dou a ninguém mais.

Machado de Assis

Excerto de O Enfermeiro
In: Contos Consagrados de Machado de Assis – Ediouro

Você pode deixar sua opinião registrada

Seu ponto de vista é importante. A reação do leitor é um termômetro valioso para o autor.

Contribua com sua opinião

Designed by